sábado, 18 de julho de 2015

One Final Breath - Um Último Suspiro - Jogo em Andamento



Olá, pessoal!

Desculpe por não ficar na ativa por um tempo. Porém, vim trazendo uma novidade.

Para quem é fã de jogos de terror, com certeza irá gostar deste jogo, chamado "One Final Breath" ou Um Último Suspiro.

Poster feito para o jogo por greenhickup no DeviantArt
Esse jogo lembra um pouco o estilo de Outlast: sem armas, com apenas um modo de sobreviver. Jogando em primeira pessoa (parece que vai estar disponível em terceira pessoa também), você deve correr para se salvar e encontrar a sua filha perdida em um internato chamado "St. Mary's Boarding School" (Internato de Santa Maria). Use seu celular ou tochas para andar pela escola.

O Internato de Santa Maria, porém, contém seus segredos. Anteriormente foi um hospital com uma história sombria.

Por enquanto, esse jogo estará disponível para jogar com Xbox, PC e PS4. Você também poderá jogá-lo no Steam e, talvez, usando o Oculus Rift.

O jogo, porém, está em inglês. Mas os criadores planejam legendá-lo para diversas línguas (ou seja, vocês não deverão se preocupar como aconteceu com Five Nights at Freddy's) e, talvez, até contratar dubladores! Como fizeram com Beyond Two Souls, certo?
Algumas imagens do jogo
Mais informações:

- Esgueire-se, tropece e perseguição: com o futuro suporte para Oculus Rift e outras plataformas VR.
- Bisbilhotar e espiar: quando você irá se aventurar em Santa Maria você irá passar por buracos e rachaduras na parede, mas nem sempre é legal bisbilhotar.
- Verdadeiro desafio de sobrevivência: sem armas, sem armadura, sem facilidade em proteger-se das terríveis coisas dentro do internato.
- Descubra pistas e items abandonados: junte as peças do 'quebra-cabeça' e descubra a história desta escola que anteriormente foi um hospital.
- Seu telefone mostra a verdade: use a câmera de seu telefone ou tablet para achar pistas ou descobrir textos escondidos. Porém algumas coisas são melhores se ficarem no escuro.
- Memórias quebradas: coloque os items que você encontrar nos seus devidos locais para revelar momentos em tempo, e tenha uma visão rápida do passado. Descubra a verdade.

Caso estejam interessados em saber mais sobre o jogo, podem visitar a página oficial (cujo link eu coloco abaixo). Lá vocês podem ver mais imagens e até assistir alguns vídeos sobre o jogo. (e, pelo que eu entendi, dá para jogar a demo também).

Link para o projeto: Clique aqui!

segunda-feira, 2 de março de 2015

Gato atropelado aparece vivo cinco dias após dono enterrá-lo nos EUA

Um gato chamado Bart ganhou o apelido de "gato zumbi" na imprensa internacional depois que foi dado como morto por seu dono e reapareceu cinco dias após ser enterrado. O caso aconteceu na Flórida, segundo reportagem da Fox News.

Ellis Hutson, dono de Bart, disse que o encontrou numa estrada após ser atropelado por um carro desconhecido. Como achou que estava morto, enterrou o animal. Cinco dias depois, o bicho apareceu bastante machucado, mas vivo, no quintal de um vizinho.

Ellis então levou Bart a uma entidade de proteção de animais em Tampa Bay para receber atenção veterinária. Ele tem a mandíbula quebrada, um traumatismo na cabeça e deve perder um olho, mas é provável que saia vivo. O dono não faz ideia de como o gato sobreviveu.

Fonte: http://www.docepsicose.blogspot.com.br/2015/01/gato-atropelado-aparece-vivo-cinco-dias.html

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

O Jogo Do Namoro

Eu tinha sido solteiro por 20 anos, e eu estava cansado disso. Ter 32 anos e ser solteiro não é brincadeira; as experiências traumáticas de ver seus amigos se casarem, terem filhos, e alcançarem seus sonhos  são semelhantes à depressão sem esperança de um paciente esquizofrênico mental. Eu queria uma esposa, eu queria ter filhos, eu queria um emprego estável. Eu estava cansado de trabalhar no Burger King e viver sozinho em um apartamento de estúdio, e eu estava quase certo que eu memorizei 90 porcento das pornstars na internet pelo nome e os sites pornos estavam como meus favoritos na Internet Explorer, então eu decidi ir para um evento de namoro.

Eu escolhi o meu melhor traje e sai pela porta. Tenha em mente, eu trabalhava no Burger King, por isso as melhores roupas que eu poderia pagar algumas camisas medíocres e esfarrapadas e calças que eu comprei no Walmart durante um evento de saldão.

Entrei no evento, tentando exibir o pouco de confiança que eu tinha deixado. Eu estava desanimado instantaneamente quando vi todos os outros homens concorrentes e seus ternos Armani, Whisky de alta classe na mão, e auras fedendo a nada, mas a auto-estima e vaidade pura. As senhoras lá estavam vestidas com vestidos finos, alguns deles bastante decotados, e cheiravam como um jardim de flores desenhado por Martha Stuart si mesma. 

O namoro começou. A primeira garota com quem sentei era muito jovem, uma mãe de 22 anos com três filhos. Ela tinha feito um monte de erros em sua vida, e parecia muito mais do que eu poderia suportar. Logo de cara ela me contou sobre como ela estava sóbria de quatro dias de metanfetamina e foi à procura de se estabelecer com um bom homem que não se parecia com uma morsa. Passei os próximos quatro minutos fazendo a conversa pequena, literalmente temendo por minha vida. Uma vez que a campainha tocou, eu disparei para fora da minha cadeira com a velocidade de uma gazela. A jovem parecia ofendida. Mas, honestamente, o que ela esperava?

A próxima mulher era muito velha para mim. Eu tinha pensado que estes eventos tinham regulamento de idade e que tinha reuniões diferentes para pessoas em diferentes fases da vida. Eu não sou nenhum pervertido, mas a ideia de tirar sua camisa não me acalmava. Minha decisão foi finalizada assim que ela trouxe seus netos, eu mal posso lidar com uma geração de jovens, muito menos dois. Eu perguntei se ela precisava de ajuda para sair de sua cadeira após a campainha soar ... Mais uma vez, um outro olhar escuro.

A próxima mulher parecia muito mais atraente. Ela tinha 26 anos e estava estudando para ser enfermeira de um hospital local. Ela amava as crianças, mas não tinha nenhuma, que foi um alívio para mim. Ela parecia bem mantida e estável. Nenhuma mentira, meus olhos passearam um pouco ao sul algumas vezes durante a reunião. Ou ela não percebeu ou não se importou, como ela nunca reclamou. Perguntei-lhe qual era seu número quando a sessão terminou. Sorri para ela e agradeci o seu ouvido atento (não me admira que eu tenha sido solteiro por tanto tempo ...), levantei-me para a próxima mesa. Enquanto isso, eu fechei o meu telefone por acidente e percebi que o telefone não salvou o seu número, de modo que se perdeu para sempre. Pelo amor de ... 0 para 3.

A próxima mesa estava vazia. Que piada. Se eu quisesse sentar e olhar para uma parede, eu teria ficado em casa. Nada realmente a dizer aqui. Seguindo em frente.

Este é o lugar onde a história começa a ficar obscura. A mulher que eu conheci na mesa ao lado foi a mais interessante de todas, mas não de uma maneira ruim. Ela tinha longos, longos cabelos negros e olhos verdes. Ela tinha um sorriso bonito, e um corpo apertado como presente. Vestido preto, sapatos pretos, tudo preto. Para alguém vestido de forma gótica, ela tinha uma personalidade borbulhante. Tudo o que eu disse a fez rir, e eu me senti como um rei falando com essa garota.

Ela tinha 27 anos e estava atualmente desempregada. Ela era casada com um marido antes, mas ele havia deixado-a depois de seus dois filhos morrerem de leucemia. Ela me disse que o câncer estava entrelaçado com sua linhagem, que data do século XVIII; portanto, em acessos de raiva numerosos, seu ex-marido a culpou por dar câncer as crianças e saiu. Muito triste pela perda de toda a sua família, ela se mudou para a cidade há algumas semanas e estava vivendo no desemprego, incapaz de continuar trabalhando devido à depressão e pânico paralisante que ela sofreu como resultado de seu abandono.

Apesar do tormento em sua vida, ela nunca parecia deprimida sobre isso. Ou ela era incrivelmente otimista sobre a vida ou ela era uma das melhores atrizes que eu já tinha visto, de qualquer forma, eu estava disposto a tentar. Perguntei-lhe se ela gostaria de meu número. Descobriu-se que ela tinha tido algumas reuniões ruins nesta convenção particular a si mesma, e queria fazer algo mais divertido. Ela atirou-me um convite e, já que eu era um homem solitário de 32 anos de idade, ela não teve que pedir duas vezes.

Eu nunca entendi o que ela viu em mim sobre todos os outros caras. Eu fui espancado e quebrado sem aspirações para melhorar minha situação atual. Talvez ela entendia como eu me sentia, considerando toda a dor que ela sentiu, e decidiu conhecer quem eu realmente era sob este casulo de insegurança emocional. Senti um fio de compaixão entrelaçado entre todo o estresse e trauma que estavam dispostos a emprestar um ouvido para qualquer um que sentiu a mesma dor que ela. Fiquei realmente fascinado com a sua presença, atraído por sua personagem. Nunca me senti assim antes.

Nós decidimos ir a um salão de bilhar. Aparentemente, ela costumava ser uma regular em outro salão de bilhar em sua antiga casa, vencendo torneios locais e fazendo um nome para si, e ela queria para verificar o cenário aqui. Eu não estava muito gasto no jogo de mesa de mim, então eu estava animado. Cada tiro que ela fez foi perfeito. Dentre os 17 jogos que fizemos, eu acho que eu fiz cerca de 23 tiros. Ela simplesmente continuou mandando na mesa. Foi engraçado, porque ela ficava pedindo desculpas por ser tão boa. Eu dispenso o pedido de desculpas e elogio-a em sua habilidade, fazendo-a rir mais. Toda vez que ela ria, eu ficava mais e mais excitado. E, para ser honesto, eu estava sempre animado quando a bola caia no meu lado da mesa. Você sabe, porque ela se abaixou para pegar seus tiros, como muitos profissionais fazem. Heh.

Saímos depois disso. Ela disse que tinha de ir para casa, que tinha algumas coisas para fazer, sendo nova no bairro e tudo mais. Eu concordei, desde que eu tinha um aplicativo do Facebook que eu tinha que atualizar (obviamente, eu não lhe dei essa razão. Jesus, o que há de errado comigo? Passando de uma garota incrível para o Facebook? Egh ...), Trocamos números e nos separamos.

Semanas e meses passaram. Continuamos a conversar e finalmente começamos a namorar regularmente. Depois de cerca de sete meses de namoro, eu a pedi em casamento. Eu falei para nos casarmos no dia 17, já que é o número de jogos que jogamos no nosso primeiro encontro. Ela achou romântico e voou para os meus braços, gritando sim para os céus.

Eu me mudei do meu apartamento para sua casa. Eu sempre admirei a sensação acolhedora de sua casa de dois quartos. Algo perfeito para começar uma família. Quando eu estava movendo minhas coisas finais, eu percebi o quanto de confusão que eu estava fazendo, com as minhas caixas de coisas e tudo. Pedi desculpas e fiz um sinal para o porão para terminar de mover as minhas coisas. Seu rosto instantaneamente se lançou ao meu. Com uma voz apressada e quase frenética, ela me garantiu que iria cuidar do resto das minhas coisas e que eu deveria relaxar. Foi um pouco estranho, com certeza, mas ela já tinha passado por tanta tristeza ao longo de sua vida que ela ter uma doença psiquiátrica é algo que eu esperava.

Os próximos meses foram ótimos. No dia do casamento, o beijo que compartilhamos no altar foi tão especial que eu acredito firmemente que anjos nos cercaram com harpas e com trombetas. Eu vou deixar de fora os detalhes da lua de mel como este não é um pedaço pornográfico. Ela estava sempre desconfiada que eu me aproximasse do porão, às vezes ao ponto de discutir comigo sobre isso, mas, fora isso, eu não vi nenhuma falha nela.

Até tudo o que eu sabia sobre a vida foi destruído.

Um dia, ela me disse que estava indo para o supermercado. Eu notei que eu queria um pouco de carne moída para fazer hambúrgueres para o jantar. Ela sorriu para mim com aquele sorriso bonito e adorável. Depois de subir escada corporativa do Burger King, eu tinha finalmente atingido a posição de gerente financeiro regional para todo o Estado. Eu estava trabalhando em alguma planilha de orçamentos, avaliando os custos de todas as franquias em todo o estado. Foi um processo longo e árduo, mas eu estava ficando um pouco acima de seis números para ele, então eu não estava reclamando. Depois de cada relatório totalmente concluído e avaliado, mudei os arquivos para um drive USB para que eu pudesse enviá-los para um computador para uma reunião corporativa no dia seguinte. Para meu horror, com apenas três relatórios deixados para terminar, o computador deixou de funcionar. Se eu não terminasse esses relatórios, eu certamente iria perder meu emprego.

Liguei para minha esposa, perguntando se ela tinha um outro computador ou algo que eu poderia usar, mas ela não respondeu. Eu vasculhei a casa para encontrar algo para acabar com esses relatórios sem sucesso. Tempos desesperados para medidas desesperadas, então eu peguei o risco ousado de me aproximar do porão. A alça foi excepcionalmente fria e a porta estava trancada. Frustrado e derrotado, eu caí para o sofá em uma depressão. Isto é, até que percebi que havia um vaso de flores específico que minha esposa sempre guardou com sua vida. Em um palpite, eu fui para ele e encontrei a chave no fundo, sob a sujeira.

Assim que eu abri a porta, um odor rançoso e tangível me atacou. As pesadas camadas de pó sobre toda a superfície sugeriam que o porão não havia sido acessado em anos. Usando o celular como uma lanterna, eu me guiei pelas escadas e acendi um interruptor de luz. Surpreendentemente, a lâmpada ainda funcionava.

As paredes pareciam moldadas, a madeira quebrada, o fedor era podre, e todo o lugar estava em desordem. Eu encontrei um forte sentimento de disforia depois de colocar o pé na sala, então eu rapidamente procurei por algum computador antigo com a intenção de usa-lo lá em cima o mais rápido possível. Para minha sorte e espanto, havia um velho laptop e carregador no canto, escondido sob algumas caixas e livros. Curiosamente, uma das caixas era uma em que ela trouxe para baixo depois que eu mudei dentro eu não tinha visto algumas dessas coisas em um longo tempo ... Ignorando a nostalgia, agarrei o computador e carregador e corri até o quarto principal.

Depois de dar o laptop alguns minutos de poder, eu inicializado-lo. Ele estava no windows XP e foi bastante o dinossauro tecnológico em comparação com equipamentos modernos, mas teve o Microsoft Office por isso era aceitável. Assim que o Windows concluiu a inicialização, uma mensagem de sistema apareceu na tela informando que novas fontes foram adicionadas ao cache de vídeo marcado, e se eu gostaria de verificar. Eu nunca tinha visto uma mensagem de sistema como este antes.

Fui levado para um arquivo oculto que exigia uma senha para acessá-lo. Revirando os olhos, eu mudei meu cursor para o x fora do programa quando, de repente, algo digitou a senha no para mim. Um pouco assustado neste momento, eu estava sugado para dentro da tela. Houve quatro vídeos, intitulados ELE.avi, UM.avi, DOIS.avi, e POR QUE.avi. Todos os quatro tinham miniaturas de um preto puro. Curioso, eu cliquei no arquivo intitulado ELE.avi. Eu nunca deveria ter feito isso.

O vídeo foi extremamente instável e granulado. Eu mal podia distinguir a figura de um homem amarrado a uma cadeira com algum tipo de uma corda metálica. Uma mulher, movendo-se como se estivesse flutuando no ar, sem mover um único osso em seu corpo, mas capaz de passar devagar ao redor da sala, entrou em cena. Para meu horror, ela trouxe uma faca e começou a lentamente cortar o homem. O homem gritou de dor brutal quando a mulher lentamente o cortou em pedaços. Sangue derramando de sua boca e todas as suas lacerações quando a mulher enfiou a faca mais profundamente. Sua roupa foi lentamente retirada de seu corpo e, depois de cada artigo foi removido, ela usou um isqueiro para queimar todos os cabelos recém-expostos em chamas. Coberto de queimaduras horríveis e terríveis cortes, o homem tinha parado de gritar e agora estava simplesmente chorando. Ele ocasionalmente gritou: "Por que?" Cada vez que ele o fazia, a mulher o esfaqueava novamente. Ela começou a rir quando o homem começou a vomitar sangue e entranhas. Ela pegou os pequenos pedaços sólidos do vômito com a faca e lentamente lambeu a faca, rindo como uma garotinha. Ela então começou a arrancar o olho esquerdo do homem enquanto ele ainda estava vivo. Eu não podia ver mais, então eu fechei o vídeo.

Abalado e horrorizado, eu cliquei em UM.avi. Eu tinha que saber o que estava acontecendo. Desta vez, era um rapaz jovem, de cerca de oito anos de idade, preso a cadeira. Ele parecia confuso e inocente. Eu balancei a cabeça e cai em lágrimas. Aquilo não devia estar acontecendo a aquele rapaz.

Este vídeo foi da mesma qualidade que o último, no entanto, o fundo era muito mais brilhante. Eles pareciam estar em uma casa abandonada, caindo aos pedaços e em ruínas. A mulher flutuava sobre o menino, assim como ela fez no último vídeo, e beijou-o suavemente no rosto. Ela lentamente trouxe lâmpadas de calor (a fonte do brilho mencionado antes) para o menino, um por um, até que o vídeo inteiro ficou branco. Depois de um tempo, a câmera foi escurecida para que o menino pudesse ser visto novamente. O olhar inocente, uma vez visto no início do vídeo se transformou em um olhar de dor. As lâmpadas de calor começaram a lentamente queimar suas roupas e pele. Bolhas e bolhas começaram a se formar rapidamente em sua pele quando ele gritou de dor. Tal como acontece com o homem no último vídeo, ele gritava "POR QUE?", E foi brutalmente atacado com um cinto cravejado com pedaços que pareciam ser de vidro quebrado. As bolhas começaram a ferver enquanto a criança foi assada viva. Eventualmente, os gritos pararam e o menino caiu em convulsões. Neste ponto, a risada do último vídeo pode ser ouvida novamente, desta vez ainda mais alto. Ela, então, pegou uma faca e esculpiu "Eu mereci isso" no tronco da criança enquanto ele gritava. Eventualmente, o menino parou de se mover. Fechei naquele ponto.

Eu precisava ver o próximo. Eu tinha que testemunhar isso. Este teve que ser interrompido. Com essa determinação, eu cliquei em DOIS.avi. Desta vez, não havia ninguém preso à cadeira, em vez disso, um assento de carro infantil estava na cadeira, com o que parecia ser um recém-nascido firmemente amarrado dentro. Como os vídeos anteriores, uma mulher flutuava sobre a criança. Ela esfregou a cabeça e rapidamente saiu da câmera. Ela voltou com uma seringa e enfiou-a violentamente no corpo da criança. A seringa tinha líquido azul. O vídeo começou o avanço rápido. No começo, a criança parecia normal, feliz, sorrindo, e despreocupada.

Como o avanço rápido progredia, o menino crescia mais e mais desconfortável. Começou a tossir e chiar. Ele começou a vomitar um líquido branco e começou a chorar, quase como se ele estivesse dizendo "POR QUE?". Uma garrafa escura foi brevemente colocada na frente da câmera, estava escrito SUCO SABOROSO. A garrafa foi entregue a criança, um líquido azul que chiou quando atingiu o chão. Gritos horripilantes irromperam do bebê enquanto ele caiu em mais uma condição instável. Como a criança gritando cresceu mais perto da morte, a risada  dos vídeos anteriores apresentou-se, mas, desta vez, foi muito mais alta do que antes. Determinado a chegar ao fim, eu fixei meus olhos na tela, apesar do quanto eles estarem puxando a desviar o olhar. A mulher estava gritando em um alto riso. A mulher jogou a criança de cabeça tão duramente quanto podia para a parede. A cabeça da criança explodiu no momento do impacto, deixando vísceras cranianas e fluidos por toda a parede. O vídeo então ficou preto.

Tremendo, eu me forcei a clicar em POR QUE.avi. Antes do vídeo ser reproduzido, notei que este arquivo foi modificado na última hora. Quase cego pelo medo, eu engoli em seco e abri meus olhos. Desta vez, era apenas a mulher. Nenhuma outra pessoa estava presente. Ela estava de costas para a câmera e foi falando em um tom demoníaco. Não me lembro exatamente, mas aqui está uma transcrição parafraseada do que ela disse.

"Olá. Claramente agora você sabe que eu não sou a pessoa que você pensou que eu era. Sou uma mulher doente. Eu amo isso. Me faz tão feliz ver alguém morrer, especialmente pelas minhas mãos. Sei que você está assistindo isso, e eu sei que você está com medo. Os fantasmas de quem eu matei estão fervilhando em torno de você agora, dizendo-lhe para se afastar da tela, para salvar a si mesmo. Mas você ainda senta e assiste, esperando se há algum final feliz ou explicação razoável quanto aos eventos que você acabou de testemunhar. Não há efeitos especiais aqui, o que você viu foi real. Eu adoro assistir a este filme. Você estava tão desesperado por amor ... Você se apaixonou por uma psicopata. "

A mulher virou-se de imediato, e eu reconheci o rosto de minha esposa. Eu não poderia mesmo sentir a emoção neste momento. Eu não sabia o que pensar. Minha memória havia caído em pedaços. Eu não sabia onde eu estava, ou que eu tinha sido, ou o que eu estava prestes a passar. Tudo na minha vida morreu quando eu vi os olhos uma vez felizes e borbulhantes em minha esposa se tornarem insípidos e sem emoção. Um sorriso rastejou em seu rosto, que me faz tremer de mal-estar sobre a menor ideia disso.

"É bastante vergonhoso. Eu realmente amei. Nós tivemos essa paixão. *gargalhada* Lembra-se do riso? Eu fiz você se apaixonar por mim. Eu te enganei. Eu menti para você. E quer saber a melhor parte? Eu sabia você iria descobrir, que eu não poderia manter o segredo para sempre. Eventualmente encontraria a chave para o porão. Eventualmente, o cheiro se tornaria muito forte. Eventualmente, a fundação decadente iria começar a derrubar a casa, e, eventualmente, você finalmente perceberia que os meus filhos nunca tiveram leucemia e que meu marido nunca me deixou ... Eu os matei. E, eles estão mais perto do que você pensa. Porque você acha que o porão cheira tão mal? Você pisou nos meus filhos e em meu marido mortos. Sente-se orgulhoso de si mesmo? Eu. .. Eu sei que você está vendo isso. Acabei de fazer este vídeo. Eu sei o que você fez."

Eu comecei a abanar a cabeça, temendo o que eu sabia que estava prestes a acontecer. Um suor frio rastejou em cima de mim, quando eu estava pegando o celular e discando 190, de repente, senti dois olhos na parte de trás da minha cabeça. Eu estava paralisado.

"Aqueles sons que você está ouvindo não são os tubos. Vire-se".

Eu lentamente me virei e congelei quando eu vi os olhos psicóticos da minha esposa. Ela começou a rir e logo desmaiei. Eu não sei o que aconteceu depois disso. Eu ouvi da polícia que as pessoas ouviram gritos vindos de minha casa durante a tentativa de assassinato e chamaram a polícia. Foi-me dito por médicos que fui violado com a ponta de uma chave de fenda e que ela colocou um bloco de gelo quente no meu colo. Eu estava amarrado a uma cadeira, a mesma que foi usada em vídeos anteriores, e tudo foi gravado. Todos os vídeos estão agora sob custódia policial, e eu me recuso a ver o meu.

Minha ex-esposa foi dada a pena de morte. Eu estava presente na execução. Suas últimas palavras foram para me dizer que ela nunca iria me deixar, que ela sempre sabia onde eu estava, que ela nunca iria desistir de meu assassinato, e que ela nunca deixou um trabalho inacabado. Tinha certeza de que me dizer que eu iria vê-la novamente, que ela ia mandar outro servo para terminar o trabalho. Ela terminou por me dizer que eu nunca estaria seguro. Nunca.

Ela sobreviveu as primeiras três tentativas de injeção letal, mas morreu na quarta. Ela estava sorrindo, e ela riu como uma pequena colegial antes de morrer.

Eu fui través de uma terapia extensa, e, anos mais tarde, eu fui capaz de superar o trauma horrível que vi e experimentei. Eu ainda fazia seis números ao ano, eu fiz uma boa rede de amigos, e minha vida tem sido incrível. Eu me sinto realizado e bem sucedido, algo que eu nunca senti antes. Agora estou confiante. Tão confiante, de fato, que eu estou indo em um encontro hoje à noite com uma garota. Ela é bonita demais, com esse cabelo longo, escuro e vibrantes olhos verdes.


sábado, 13 de dezembro de 2014

Five Nights at Freddy's - Teorias e Rumores

Muitos de vocês já devem ter ouvido falar sobre o jogo "Five Nights at Freddy's" ou, traduzindo, Cinco Noites no Freddy's. Caso o contrário, apenas procure no Youtube ou no Google sobre isso. Tenho certeza de que verá muitas e muitas informações sobre o jogo.


Resumidamente, o personagem principal, que é controlado pelo jogador, se chama Mike Schmidt. Mike é um guarda de segurança da Pizzaria do Freddy. E durante o seu turno (da meia noite às 6 da manhã), Mike é atacado por quatro animatronics: Freddy, o urso; Bonnie, o coelho; Chica, a galinha e Foxy, a raposa. Ao final de cada noite, pode-se ver também um  Freddy Dourado/Golden Freddy, a antiga versão do urso Freddy. Usando portas para se proteger, Mike deve sobreviver as cinco noites naquele local. Se sobreviver, o jogador tem a opção de jogar a sexta (em um nível elevadamente difícil) e a sétima noite (a customizada onde você pode escolher qual nível cada antagonista jogará). Depois da sétima noite, os animatronics aparecem danificados e Mike é demitido.


Bonnie, o coelho roxo (macho); Freddy, o urso marrom (macho);
Chica, a galinha amarela (fêmea) e Foxy, a raposa vermelha
(macho).

No segundo jogo, "Five Nights at Freddy's 2" eles são "recriados e reformados". O jogador, no entanto, é perseguido por oito animatronics: os antigos e "desativados" e suas novas versões (Toy Freddy, Toy Chica, Toy Bonnie e Mangle), além de também existir um menino risonho dos balões (Balloon Boy) e uma marionete/the Puppet (caso você não toque a música de ninar a tempo, ele/a irá acordar e te matar). O lugar também muda, e, dessa vez, não existem portas para se proteger. O único modo de sobreviver é vestir a roupa do Freddy Frazbear.

Versão antiga dos animatronics (à esquerda); Golden Freddy (à direita
de Freddy). a marionete (no meio); o menino risonho dos balões (abaixo da marionete)
e as novas versões dos animatronics (à direita).
Mas, enfim, nesse post irei falar sobre o primeiro jogo. Talvez, futuramente, falaremos sobre o segundo.

Também há rumores de que irão lançar um terceiro jogo na franquia, e que se passará num shopping ao invés de uma pizzaria. Mas isso não foi confirmado ainda.

Este post contém um monte de especulações, geradas a partir de vídeos de pré-lançamento, imagens do jogo ou apenas coisas de total desconhecimento. Mantenha isso em mente ao ler.

- Teorias 
Criadas por fãs que tentam explicar certas partes do jogo, mas nenhuma dessas teorias foram confirmadas pelo criador Scott Cawthon.

#1 A morte do Cara do Telefone (Phone Guy's Death)



Esse fato é bastante discutido por jogadores, afinal isso não passa de um mistério. A falta de informações em torno da morte deu espaço para intensas especulações. Na quarta noite, você recebe sua gravação habitual do Cara do Telefone, onde ele afirma que não será possível te mandar mais informações a partir daquela noite. É possível ouvir alguma coisa - ou alguém - batendo na porta, depois ouve-se uma música (chamada, em inglês, de "Toreador March Jingle"), seguido por um gemido e, então, a chamada corta em estática.

  • Fatos:  É óbvio que o Cara do Telefone foi morto por um dos animatronics por causa do grito que soou antes da chamada terminar. É seguro dizer que Freddy participou do assassinato, já que é o único animatronic que consegue tocar o tal jingle, mas não é certo supor que foi o Freddy que o sequestrou e o matou. O gemido do final pode ser o do Bonnie ou o da Chica, portanto os dois podem estar envolvidos no assassinato. Sua porta esquerda precisava estar fechada para que Foxy batesse nela. Freddy só usa seu jingle na cozinha ou quando a luz acaba. Chica ou Bonnie deveriam estar dentro do escritório, então a porta direita estaria aberta (esse fato também indica que Bonnie poderia ter matado-o porque ele nunca aparece no Salão Oeste com Foxy à porta).
  • Quem o matou: O próprio telefonema revelou muito pouco sobre sua morte e, até que Scott decida explicar o que aconteceu, existem algumas teorias para explicar o assassinato. Se o Cara do Telefone "também estivesse jogando", ou seja, a mesma mecânica do jogo funcionava com ele, é possível que sua morte ocorreu assim:
- Freddy entra sorrateiramente na sala e mata o Cara do Telefone enquanto este olhava no monitor. Isso entra facilmente da teoria e há poucas falhas com isso. Primeiro, ele teria ouvido o jingle do Freddy antes de ser morto. Como dito antes, Freddy nunca toca o seu jingle antes de matar o jogador, apenas quando o poder sai. Se a luz tivesse acabado, a chamada teria cortado mais cedo, antes dele morrer, e então ouviria um barulho bastante alto saindo do telefone. No entanto, a chamada faz todo o seu caminho pelo gancho e não há nenhum som alto. Outra possibilidade era que o Cara do Telefone usava uma máquina que funcionava com bateria, assim se o poder saísse, ele ainda poderia "conversar" com Mike. Mas, se isso foi o que aconteceu, sua voz não soaria como uma gravação de um telefone ao ser reproduzida. Como o jingle pode ser ouvido na chamada, Freddy deveria estar por perto. Alguns dizem que ele estava na cozinha e imediatamente se teletransportou para perto do Cara do Telefone (tipo Slenderman?!?).

- A energia acabou e o Cara do Telefone foi morto por Freddy. Esta parece ser a mais lógica, já que seria a única situação que Freddy jogaria seu jingle e mataria o jogador em seguida. Mesmo assim, ainda há controvérsias: não há som do poder saindo com antecedência e a chamada não foi cortada imediatamente.

- Foxy entrou no quarto e o matou. Para que isso aconteça, o Cara do Telefone pode ter pensado que Foxy havia saído e aberto a porta esquerda. Porém Foxy volta, entra no quarto e o mata. No entanto, isso só é possível na sétima noite (a personalizada) onde o nível do Foxy é extremamente alto. Outra forma poderia ser de que a raposa estava à porta quando a luz acabou, entrando no quarto em seguida. Acontece que Foxy deixa o lugar imediatamente depois de chegar e não estaria lá poucos segundos depois. Além disso, Freddy é o único que ataca depois que o poder sai, mostrando então que Foxy não foi o responsável pela morte do Cara do Telefone, já que dois animatronics não podem atacar ao mesmo tempo.

- Chica entra no quarto e o mata. É possível que, enquanto Foxy estava à porta, o Cara do Telefone estivesse olhando para o monitor, na cozinha. Assim seria possível ouvir o jingle do Freddy, já que era razoavelmente alto para ser pego pela chamada. Durante isso, Chica pode ter entrado no escritório e soltado seu gemido. O Cara do Telefone ouve isso, abaixa o monitor e vê Chica (por isso ele fala: "Oh, God!" / "Oh, Deus!"), e assim é morto pela galinha. Essa, na minha opinião, é a mais aceita. 

- Bonnie entra no quarto e o mata. Do mesmo jeito que ocorreu com Chica, pode ter ocorrido com o Bonnie.

Se supormos que o Cara do Telefone não estava funcionando pela mecânica do jogo, a teoria mais plausível é que ele foi morto por todos os animatronics. Afinal, Foxy bate na porta, Freddy solta seu jingle e Chica/Bonnie geme. Porém, uma vez que a única fonte de evidências é uma chamada de telefone não visual, não há realmente uma maneira de confirmar o que exatamente aconteceu com o Cara do Telefone.

#2 Foxy causou "A Mordida de 87" (The Bite of 87 was caused by Foxy)


No ano de 1987 (também chamado de 87), houve um incidente na pizzaria Freddy Fazbear. Um dos animatronics morde a cabeça de uma criança e, consequentemente, ela perde o lobo frontal do cérebro e morre. Não se explica qual dos animatronics causou o incidente, mas muitas pessoas acreditam que foi a raposa Foxy, afinal existem duas evidências que comprovam isso.

  • A "Enseada do Pirata"(Pirate Cove), lugar onde Foxy aparece, está fora de ordem: ao usar o monitor, você pode ver claramente uma placa escrito "Sorry, Out of Order" (Desculpe, Fora de Ordem) em frente à Enseada do Pirata. Uma explicação é que essa atração foi fechada para evitar novas lesões. 
  • A mandíbula danificada de Foxy: sua mandíbula, se notar nas outras imagens anteriores, parece sempre estar travada e aberta. Isso pode indicar que ele quebrou sua mandíbula ao morder o cérebro, e consequentemente o crânio, da criança ou que a quebraram para tirar os restos mortais de dentro da sua boca. 
#3 Onde está o corpo do Cara do Telefone? (Where is Phone Guy's body?)

Aqui é claramente possível notar um segundo conjunto de dentes na Chica.

Há algum debate sobre o que aconteceu com o corpo do Cara do Telefone depois que ele foi atacado. Embora seja perfeitamente possível que seu corpo não está mais na pizzaria, existem duas teorias de onde ele foi colocado:

  • Dentro da Chica: de longe, a teoria mais popular é que o Cara do Telefone foi recheado dentro da roupa de Chica quando foi pego. O raciocínio para isso é que, quando Chica abri a boca, pode-se ver um conjunto extra de dentes dentro dela. A julgar pelo telefonema dele na primeira noite, os únicos restos mortais humanos que serão vistos são os olhos e os dentes. Porém seus dentes não são realistas, e parecem fazer parte do seu endosqueleto. Além disso, o Cara deixa extremamente explícito que eles tentarão te colocar dentro de uma fantasia de Freddy. Chica também já tem um endosqueleto dentro dela, então não faria sentido colocar um ser humano dentro dela. Outra razão porque pensam que o Cara do Telefone está dentro dela é que ao entrar no escritório pode-se ouvir gemidos vindos dela. Mas Bonnie também solta esse gemido. Seria provável que suas caixas de voz artificial estivessem precisando de um reparo, já que eles não pararam de cantar por mais de 20 anos.
Golden Freddy dentro do escritório.
  • Dentro do Golden Freddy: outra teoria bastante popular é que o Cara do Telefone foi recheado dentro da roupa do Golden Freddy quando foi pego. Esta parece ser a mais plausível: quando o Golden Freddy aparece no escritório, ele assume a posição de um cadáver. Somando-se a isso, um endosqueleto não pode ser visto dentro dele, já que este não possui olhos. E também é uma fantasia de Freddy, tornando-o um possível candidato de ser recheado por um ser humano.
#4 Golden Freddy é uma Alucinação (Golden Freddy's a Hallucination)


Golden Freddy é um animatronic misterioso que tem uma maneira especial de aparecer. Ao olhar para a Câmera 2B, é possível notar um cartaz mudando para um com o esse Freddy. Quando você abaixa o monitor, você o vê no chão do escritório (como na imagem anterior), mesmo se as portas estiverem fechadas. Esse fato leva a pessoa a acreditar que Golden Freddy seja uma alucinação, e que o protagonista Mike fosse um viciado em drogas. Ou, talvez, ao olhar para o monitor e depois para o escritório, Mike tem a impressão de que um animatronic está na sua frente. Além do que Golden Freddy "produz" mais alucinações ainda.  Junto a isso, quando ele "ataca o jogador" não causa um jumpscare como os outros animatronics.

#5 Foxy Não é um Antagonista (Foxy's a Good Guy) - Especulação sem Evidências Reais


A teoria que prevalece é que Foxy não é um antagonista do jogo, e sim um bom rapaz que tenta avisar ao jogador o que os outros animatronics pretendem fazer: colocá-lo vivo dentro de uma fantasia de Freddy. De acordo com certos jogadores, Foxy vai da Enseada do Pirata ao escritório e, por causa de um problema na sua caixa de voz, acaba por soltar um grito alto que faz com que Mike tenha um ataque cardíaco. Mas isso não explicaria o porquê de Mike ser recheado numa fantasia de Freddy na cena de Game Over. Porém para alguns outros fãs do game - como eu - acreditam que algum outro animatronic o recheou na fantasia após sua morte. Mesmo assim, isso não foi comprovado. A fonte provável dessa teoria é devido a popularidade com os fãs do game e eles tentam mostrar que Foxy não é tão malicioso quanto os outros ou como parece ser.

#6 Five Nights At Freddy's é Baseado em uma História Real, Paralelo ao Massacre de Nathan Dunlap (Nathan Dunlap Munders Parallel)

Foto dos prováveis bonecos do Chuck E. Cheese,
restaurante onde ocorreu o assassinato.
Em 23 de outubro de 2014, o canal do Youtube "The Game Theorists" (Os Teóricos dos Jogos) postou um vídeo com uma teoria convincente sobre Five Nights At Freddy's. No vídeo, o narrador MatPat diz que o jogo se assemelha aos assassinatos cometidos por Nathan Dunlap em um restaurante chamado Chuck E. Cheese (cujo ambiente é parecido com a Pizzaria Freddy Fazbear) em 14 de dezembro de 1993, em Aurora, Colorado. O que aconteceu foi o seguinte: Dunlap foi demitido cinco meses antes do massacre, devido nunca ser pontual. Na noite do ataque, ele se escondeu no banheiro e esperou que o restaurante fosse esvaziado, exceto por quatro funcionários (Colleen O'Connor, Benjamin Grant, Sylvia Crowell e Bobby Stevens) e pela gerente da noite (Marge Kohlberg). Ao executar seu ataque, Dunlap usou um pequeno revólver para matar O'Connor, Grant e Crowell, que limpavam a sala de jogos. Ele, em seguida, foi à cozinha onde atirou em Stevens na mandíbula; porém este se fingiu de morto e conseguiu fugir das mãos do assassino, e também foi útil para condenar Dunlap depois. Dunlap saiu da cozinha, sem perceber que Stevens não havia morrido, e entrou no escritório onde estava Kohlberg. Depois de fazê-la abrir o cofre do local, Dunlap atirou em Kohlberg, roubou o dinheiro e fugiu. Mas logo depois, dentro de poucas horas, Dunlap foi pego e condenado devido as imagens de segurança e aos depoimentos de Stevens. 

Existem paralelos entre essa história e a do jogo. Podem ser meras coincidências, também. 
  • O ambiente: o cenário do massacre foi no restaurante Chuck E. Cheese, em dezembro de 93. A Pizzaria Freddy Fazbear é muito claramente um estabelecimento semelhante ao tema do Chuck E. Cheese. É bem provável que o jogo ocorra entre 1991 e 1996, abrangendo 1993. 
  • Os animatronics: existe um paralelo entre as vítimas do assassinato e os animatronics. Bonnie aparece, em certas partes do jogo, em uma sala pequena e aparentemente inútil, e somente ele pode entrar lá. Isso está ligado a Benjamin Grant, que estava limpando o chão quando foi morto. Sylvia Crowell foi a vítima mais próxima do banheiro e estava limpando o bar de saladas quando foi atacada, criando um elo a Chica (principalmente por causa da frase "Vamos Comer!!!/Let's Eat!!!" que se associa a personagem e também por causa do caminho percorrido por ela: os banheiros). Foxy está ligado a Marge Kohlberg, já que ela fora sequestrada e levada para a parte de trás do restaurante, onde ficaria Foxy, e o fato de ser a gerente da noite a tornaria agressiva como a raposa. A única vítima que não teria correlação com nenhum animatronic seria a Colleen O'Connor, que estaria ligada a Freddy já que este se esconde no banheiro feminino depois de passar pela Área das Refeições (mas isso também pode ser um aceno para Dunlap, que se escondeu no banheiro antes de atacar as vítimas). Bobby Stevens estaria ligado com o Golden Freddy por dois motivos: ao fato de Golden Freddy "se fingir de morto" quando estava no escritório e por aparecer inesperadamente (seria como uma surpresa a Dunlap, que pensava que Stevens estava morto).
  • Resultado final é que Mike Schmidt seria Nathan Dunlap: o resultado final dessa teoria diria que Mike seria o assassino. No entanto, vai um passo além, afirmando que Mike Schmidt estaria no corredor da morte e Five Nights At Freddy's não passaria de seus pesadelos (por isso ele sairia ileso às 6 horas da manhã). E para piorar, seus pesadelos envolveriam suas vítimas, que o atacariam para se vingarem, seria hostilizado pelo sobrevivente (o Golden Freddy) e que seria obrigado a assistir as câmeras que tiraram sua liberdade todo o dia e todo o tempo. E uma vez que ele sobrevive uma semana, ele se deixa a revivê-las uma e outra vez. 
- Rumores
Criados por fãs, mas acabaram sendo comprovados serem falsos. Eles não devem ser considerados reais, pois foram feitos com o intuito de explicar coisas não existentes no jogo ou de enganar os fãs.

#1 Os Números dos Níveis de Cada Antagonista na Noite Personalizada
  • 1/9/8/7 na Noite Personalizada

Há rumores de que, se você colocar os números 1, 9, 8 e 7, você desbloqueia um novo final onde Mike não é demitido e os animatronics não são danificados. Inúmeras pessoas que já jogaram sempre receberam o mesmo final, ou seja, isso é considerado falso.

  • 0/6/6/6 ou 6/6/6/6 na Noite Personalizada


Dizia-se que com esses dois códigos, você consegue ver a cozinha pelo monitor. Isso também já foi provado falso, pois Scott afirmou não existir imagens daquele cômodo no jogo.

#2 O cachorro Sparky


Dois usuários do Tumblr (kodiabear e nyugen) criaram um personagem de Five Nights at Freddy's chamado de Sparky, que deveria aparecer na câmera Backstage. Ele foi descrito como um animatronic na forma de um cão e com um braço amputado, e ele não atacaria o jogador. Porém ele não aparece no jogo, já que foi 100% criado por fãs. E também a única aparição dele é da foto acima, onde foi usado o Photoshop. 

#3 Pirataria é Crime, e o Freddy não gosta disso...

Pelo jeito, Freddy tem o seu lado bom (ou não). Supostamente, ao você baixar o jogo ilegalmente ou comprar sua versão pirata, uma cena de jumpscare do urso Freddy irá aparecer toda vez que você tentar sair ou fechar o jogo. É uma forma de punir aqueles que não pagaram pela versão completa. Isso também foi adotado pelo "Greenheart Games".

#4 O Cupcake na mesa de escritório é uma câmera

Isso também foi desmentido. Acreditava-se que o cupcake seria uma câmera já que os monitores na mesa de escritório filmam o momento que Mike é atacado por um animatronic, como pode ser notado neste gif. Porém o ataque é filmado de diversos ângulos, assim isso seria mentira. Agora, o motivo dos monitores não filmarem nada além do ataque é um mistério.

#5 A Cena Surpresa de Bonnie


Pessoas afirmam ter visto essa imagem de Bonnie antes de começar o jogo, onde uma alucinação de Bonnie sem olhos aparece e encara o jogador. Alguns dizem que isso dura alguns segundos, como aconteceu com o jogador Twitcher KennyXii, e outros que duravam muitos minutos. E, para alguns, seus olhos lentamente se tornam brancos. Essa cena também pode ocorrer no final, após a cena de "Game Over".

Então, o que acham? Tem suas próprias teorias sobre o jogo?

E, agora, estão prontos para o Freddy?

terça-feira, 25 de novembro de 2014

O Monstro de Flatwoods


O Monstro de Flatwoods é um caso de contato imediato de 3º grau, onde 3 crianças viram uma criatura extraterrestre em Flatwoods nos EUA em 1952. 

A Criatura tem uma cabeça alongada, o corpo tem uma forma desumana de "vestido" e uma cor escura, também descrito como uma sombra sem braços. 

Em 12 de Setembro de 1952, 3 amigos testemunharam um objeto brilhante cruzar o céu. O objeto parecia estar descendo nas terras de um fazendeiro chamado Bailey Fisher. Os meninos voltaram para casa e contaram o avistamento do OVNI para a mãe que procurou a guarda nacional e foi até a fazenda do Sr. Fisher tentar ver o objeto. 

O grupo chegou a fazenda e viu uma "bola de fogo" pulsante e também uma névoa que fez ardes seus olhos. Então o guarda apontou a lanterna para uma árvore ao lado e então eles viram a criatura que saiu correndo, e eles correram em pânico.
Na manhã seguinte o objeto não estava mais lá. 

Alguns dias depois várias pessoas começaram a relatar que também tinha visto o objeto e algumas também viram a criatura. 

Poucos dias depois várias pessoas que afirmaram terem sidos expostas aquela névoa tiveram os mesmo sintomas de alguma doença. Eles sentiam a garganta inflamada, tinham convulções e vomitos a noite. Um médico que atendeu as vítimas descreveu os sintomas semelhantes como as vítimas do gás mostarda. 


Será uma alucinação? Um ataque por gás mostarda? Então o que era o OVNI?

fonte:http://medob.blogspot.com.br/

terça-feira, 18 de novembro de 2014

A alma de Clara


 
Clara estava entediada naquele velório. Ela gostaria de está em qualquer lugar, menos ali. Por insistência da mãe ela e a irmã foram obrigadas  a ir. Ela não entendia por que, ela nunca tinha sido apegada aquela tia que morreu...

O dia se arrastou de forma irritante. Clara ficava sentada no canto com os braços cruzados e a cara fechada, ela queria deixar claro para a mãe que não estava feliz ali. Sua irmã Mara estava sentada com a cabeça apoiada no colo da mãe, ela parecia respeitar  a tristeza do local.


O único momento em que Clara demonstrou  interesse foi na hora do testamento, ela pensou que talvez todo o sacrifício de ter agüentado um velório tão chato como aquele fosse ser recompensado, talvez a tia tivesse deixado algo de valor para a sua mãe.
A decepção veio rápido, a única coisa que sua mãe ganhou foi um espelho antigo.

Estranhamente, a mãe parecia feliz com o objeto, ela segurou o espelho como se fosse a coisa mais importante do mundo.Ela embrulhou o espelho com um pano e o levou no carro com todo cuidado. Clara ficou irritada, por que a mãe tinha ido até aquele velório só por causa de um espelho idiota.

O espelho foi colocado no quarto da mãe.

Mara parecia ter amado o espelho também, a irmãzinha de Clara ficava bastante tempo na frente do espelho escovando os lindos cabelos loiros. As vezes, ela jurava ouvir a irmã conversando com alguém de dentro do espelho.

Uma noite, seus pais e sua irmã foram a um casamento, Clara disse para eles que preferia ficar em casa estudando, mas lá verdade ela tinha outros planos para a noite.

Quando todos já haviam saído, ela foi correndo se arrumar, ela estava planejando chamar o namorado para ficar com ela naquela noite. Quando ela foi passar o perfume reparou que o mesmo havia acabado, ela foi ao quarto dos pais para usar o da mãe.

Quando ela entrou no quarto, pela primeira vez desde quando o espelho chegou ela o viu de perto, ela reparou em sua moldura dourada e alguma coisa parecia atrair ela para o espelho. Quando ela se deu conta estava com o rosto quase grudado nele.

A porta do quarto da mãe se fechou com um baque, Clara assustada se virou para olhar, quando voltou os olhos ao espelho deu um grito. No espelho não aparecia seu reflexo, aparecia uma criatura horrível que sorria maleficamente para ela. Mas alguma força a impedia de desviar o olhar, o medo virou pânico quando a criatura começou a falar:
-- Hoc speculum reflectitur  animae!
A criatura passou suas mãos pelo vidro do espelho como se o vidro fosse água, logo essas mão sujas e deformadas agarraram Clara pelos cabelos e começaram a puxar a menina contra o espelho.

Clara gritava de desespero, ela sentia a dor de sua cabeça batendo contra o espelho. Seu sangue se misturava aos cacos de vidros no chão.

Quanto mais a cabeça de Clara quebrava o espelho mais a criatura ria e zombava da garota:
--  Você tem que ficar comigo, eu sou você. Vamos Clarinha, entre no espelho. Hoc speculum reflectitur  animae!
Clara estava perdendo a consciência quando alguém abriu a porta do quarto, ela só teve tempo de ver que era  sua mãe e desmaiou.
A mãe de Clara que havia voltado para buscar o presente de casamento, ficou horrorizada ao entrar no quarto, sua filha estava batendo com a cabeça contra o espelho, os cacos de vidro e o sangue no chão indicavam que ela estava fazendo isso há um bom tempo. Tão logo ela entrou no quarto  Clara caiu desmaiada no chão e do apoio de madeira do espelho caiu o ultimo caco de vidro. Ao cair o ultimo caco, uma frase em latim poderia ser lida nesse apoio: Hoc speculum reflectitur  animae!
*
A tradução da frase em latim:

Hoc speculum reflectitur  animae: Esse espelho reflete a alma



Escrito por: Ana Carolina Machado

sábado, 8 de novembro de 2014

Porta de bebê

Babygate

Quando eu era um garotinho, de dois a três anos de idade, meus pais configuraram uma porta do bebê na parte inferior e na parte superior das escadas. Era para me impedir de subir ou descer as escadas, porque se eu caí, eu poderia ser gravemente ferido.

Estas portas ficaram por um longo tempo. Eu pensei que era uma espécie de idiota  pois elas continuavam lá mesmo quando eu tinha nove anos de idade. Afinal, eu era muito grande, capaz de não cair da escada, mas todas as noites, meus pais sempre me diziam para certificar se as portas estão fechadas antes de eu ir para a cama.

Eu achei isso estranho, e para ser honesto, meio assustador, eu quero dizer que eles provavelmente estavam apenas sendo super-protetor, e faziam isso apenas para se certificar de que eu estava bem e pra que eu não tivesse nenhuma lesão em minha própria casa, mas ainda assim, quando eu disse aos meus amigos eles  riram de mim, e ficaram me chamando de "bebezão". Uma noite, porém, eu decidi pegar um copo de leite na cozinha no andar de baixo, então eu desci as escadas, tomei um pouco de leite  em um copo e depois subi as escadas, deixei o portão no topo das escadas aberto, e foi realmente difícil para mim dormir naquela noite, e eu juro que antes de eu ir dormir, eu vi um par de olhos demoníacos amarelos.

Eu tive um pesadelo naquela noite, em que os meus pais tinham sido assassinados, e eu estava de pé sobre os seus túmulos, todo mundo chorando, tudo o que eu podia ouvir, porém, era o choro de um bebê, ficando mais alto e estridente a cada poucos minutos.

Eu acordei, e eu cheirava há algo podre, eu esfreguei os olhos e sair do meu quarto e eu sentia o cheiro, e ele estava vindo do quarto dos pais, eu entrei lá e tudo o que eu podia ver era sangue por todo o quarto , as cabeças dos meus pais se separaram do corpo, mas eu podia ouvir alguma coisa, era um bebê chorando, como o do meu pesadelo.

Fui até onde o som estava vindo e eu levantei o cobertor que estava cobrindo. Um bebê. Um bebê com mãos pequenas e pele lisa, eu não tinha idéia de onde ele veio, mas começou a rir,estava rindo muito alto, bem, quase como se estivesse zombando de mim, rindo de minha morte, depois de alguns minutos, ela parou de rir e, em seguida, abriu os olhos ...

Eram amarelos, ameaçadores olhos demoníacos amarelos ...

Traduzido: http://creepypasta.wikia.com/wiki/The_Baby_Gate

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Aparição


O investigador paranormal Lee Brickley deu início à investigação do espectro de uma criança que não tem olhos em Cannock Chase, em Staffordshire,
Inglaterra, após relatos de que o fantasma teria regressado 30 anos após sua ultima aparição, segundo o Daily Mirror e o Huffington Post.
De acordo com as últimas descrições feitas da menina, as órbitas dos seus olhos são negros como minas de carvão, exatamente como foram detalhados na década de 1980. Brickley, autor de vários livros sobre a temática paranormal, recebeu o último relato há duas semanas. Nele, um homem contou que estava caminhando com a esposa e o cão em Cannock Chase quando ouviu a risada de uma menina.
Foi então que uma garotinha que não tinha olhos apareceu na frente do casal. Sua cabeça estava inclinada para o lado, como se ela tivesse sido enforcada. A criança ficou parada diante deles por cerca de cinco minutos até desaparecer entre as ávores.
Uma mulher que usou o pseudônimo Kelly para narrar sua experiência disse que seu encontro com a menina aconteceu em julho de 2013. Kelly também estava caminhando com a filha em Birches Valley quando as duas ouviram os gritos de uma criança.


A dupla correu em direção ao barulho e quando parou para recuperar o fôlego se deparou com o fantasma, uma menina de mais ou menos 10 anos, com as mãos deitadas sobre os olhos. Kelly perguntava se a criança estava bem quando foi surpreendida por seus olhos negros e fundos. Ela deu um pulo e pegou a filha no colo. Quando olhou novamente na direção da assombração, o espectro havia ido embora. Em entrevista ao jornal Huffington Post, o investigador Brickley contou que a menina com os olhos negros "parece ser algum tipo de demônio".
"Embora possa parecer um encontro espectral padrão, quase todos os relatos apontam a criança levando as pessoas para situações potencialmente perigosas", explica.
O fórum de ficção online "Creepypasta Wiki" também faz referências a visões de crianças sem olhos tidas por pessoas ao longo de toda a bacia da América do Norte. "Aqueles que relatam encontros com essas crianças sempre afirmam que elas eram de alguma forma sobrenaturais e extremamente perigosas, embora não pudessem explicar o porquê".


Fonte: http://bettowertcontosefatosdeterror.blogspot.com.br/2014/09/aparicao-paranormal.html#more

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

O Fabricante de Bonecas (The Doll Maker)


Um homem humilde fabricava várias bonecas belas, de todos os tamanhos e gostos. Ele ficou conhecido por isso, e muitas pessoas compravam suas caríssimas e requintadas bonecas. Com quase todo o dinheiro que ganhava, ele vivia uma vida modesta com seu filho Vine.

O menino ficava fascinado com o trabalho do pai, e sonhava ser como ele um dia e criar belos trabalhos de arte. A casa deles era cheia de partes e bonecas completas, cada uma era única e tinha sua própria personalidade, que as transformavam ainda mais bonitas. Vine assistia com admiração como seu pai pintava os lábios delicados sobre os rostos pálidos das bonecas.

Um dia, um homem rico de negócios fez uma encomenda ao pai de Vine: uma boneca em tamanho real. Ele atendia pelo nome de Gier. No entanto, o fabricante se recusou quando descobriu que Gier a usaria de forma pervertida: como um objeto sexual. Enfurecido, Gier contratou capangas para acabar com a vida do fabricante.

A sua casa foi tomada por chamas, e o fabricante de bonecas se sacrificou para salvar a vida de seu filho. Vine assistiu em terror como seu pai queimava vivo diante dele. Suas lágrimas evaporaram com o calor enquanto observava sua casa se transformar em escombros e cinzas. Ele chorou sobre os restos mortais de seu pai, cercado por lembranças carbonizadas de sua casa, as belas bonecas, agora derretidas, distorcidas, atrocidades horríveis e desfiguradas do que já foi, um dia, belas bonecas.

Vine procurava pelos destroços, tentando encontrar qualquer coisa que possa ter sobrevivido ao incêndio. No final, tudo o que ele conseguiu achar foi um olho de vidro rosa de uma boneca. Ele segurou-o em suas mãos e o pôs perto de seu coração, seus cachos negros bagunçados caindo em seu rosto. Aquele olho era tudo que lhe restava.

A criança tinha apenas nove anos de idade quando viu tudo o que ele já tinha conhecido ser destruído em instantes... E, infelizmente, mais atrocidades estavam por vir.

Gier pediu aos capangas que voltassem a cena do crime para terem certeza de que o fabricante de bonecas estava morto, e assim foi feito. Eles encontraram o corpo carbonizado e também Vine. O garoto fora sequestrado e levado a Gier. O homem não tinha planos sobre o que fazer com o garoto, mas decidiu ficar com ele. E, finalmente, decidiu que Vine teria os mesmos fins da boneca que nunca recebeu.

Ele manteve o garoto por três anos, tratando-o como uma boneca sexual, um objeto, brincando com ele. Vine era seu prisioneiro. O menino não aguentava mais e ele começou a ficar insano, sua mente começou a se deteriorar. Uma noite, enquanto Gier pairava sobre Vine com ele preso à cama, tentando brincar com ele, Vine decidiu que não queria mais brincar.

O garoto rapidamente pegou uma caneta fora do criado-mudo e começou a perfurar o homem. O sangue jorrava e se espalhava por todas as paredes, piso e no rosto da criança. Vine tinha acabado de matar um homem. Como o corpo estava lá, roubou algum dinheiro e fugiu.

Vine começou a viver nas ruas. Ele quis iniciar o negócio da família novamente, fazer bonecas. Ele invadiu um apartamento abandonado na parte ruim da cidade. Com o dinheiro que ele roubou, Vine conseguiu partes de bonecas e pintou belas obras-primas. Ele as vendeu, conseguiu mais dinheiro, comprou mais peças e fez mais belas bonecas. Bonecas com mais vida.

Plástico, argila, porcelana... E já não era suficiente para satisfazer sua videira...

Reportagem local:

O corpo de uma adolescente desaparecida foi encontrada. A cena horrível foi descoberta no parque da cidade. Emily Rider foi brutalmente mutilada.

Autopsia do corpo de Emily Rider:

Causa da morte: perda de sangue.
Encontrada no que parecia ser um vestido costurado a mão. Os cantos da boca de Emily haviam sido costurados em um pequeno sorriso com os lábios pintados de um vermelho profundo. Seus olhos foram arrancados e substituídos por outros de vidro, cílios postiços e maquiagem pintada. Suas unhas foram removidas e substituídas por unhas postiças. A expressão congelada permaneceu em seu rosto. Tivera a cabeça raspada, e o assassino costurou cabelos azuis em seu couro cabeludo do que uma vez foi loiro. E, talvez o mais perturbador, todas as juntas de seu corpo foram removidas como soquetes ou quebrados.
Realmente o trabalho de um assassino psicopata.

Exame:

Parece que Emily Rider estava muito viva quando o assassino começou a mutilá-la. Ela estava viva quando ele costurou cada mecha de cabelo tediosamente em seu couro cabeludo. E ainda estava viva quando seus olhos foram arrancados.

Ela foi encontrada em um banco do parque, posta em prática como uma boneca em exposição. Isso explicaria porque, talvez, suas articulações foram abatidas de suas órbitas, o que tornaria mais fácil para moldá-la na posição que quisesse. Pela forma como o assassino a executou, parece que ele vê seus crimes como obras de arte.

Jason Harris (investigador criminal)

Emily foi a segunda vítima de Vine, mas a primeira de suas "obras". Ele tem uma emoção na criação de novas bonecas. Empalhar humanos, tornando-os bonitos. Ele agora está com 17 anos, e ainda não foi pego. Vine continua vivendo em casas abandonadas e continua a matar.

Ele se tornou completamente louco, mas ele não acredita que seja. Podemos descrevê-lo como esquizofrênico. Vine aparentemente parece uma pessoa normal. Ele vive numa realidade que criou para si mesmo em sua própria mente onde ele não é um assassino, é um artista. Um artista que faz lindas bonecas.

Vine orgulhava-se de seu trabalho, mas ainda os via sem valor, sujos e usados.

Na tentativa de tornar-se tão bonito quanto suas bonecas, ele arrancou um de seus olhos e o substituiu com a única coisa que restava da sua infância: um olho de vidro. Ele então costurou metade de um sorriso em seus lábios. No entanto, não conseguiu terminar seu trabalho por causa da dor que sentiu. Vine sabe que falhou em tornar-se belo e deixou cicatrizes. Seu rosto foi mutilado por suas próprias mãos.



















Ele sabe que está danificado. Ele sabe que não vale nada. Tudo o que ele pode fazer é deixar as pessoas felizes, tornando-as suas belas bonecas.

Seu trabalho se tornou bastante popular nos jornais e programas de televisão para exibir sua arte em locais públicos. E ele ama o nome dado pelo público também...

O Fabricante de Bonecas.

- Assim como o papai... Certo?

domingo, 21 de setembro de 2014

A verdadeira e aterrorrizante história do Trupe do palhaço que assustava SP

Em meados dos anos 1990, o jornal "Notícias Populares" acompanhou a investigação sobre um suposto bando, formado por um negro e uma loira, que estavam apavorando São Paulo. Ele, fantasiado de palhaço, e ela, de bailarina, atraíam crianças com balas e doces e depois as jogavam em uma Kombi branca, sumindo em seguida. Passados alguns dias, a criança raptada era encontrada sem os órgãos. Outra característica é que os criminosos escolhiam as vítimas sempre em frente às escolas.
As reportagens sobre o grupo, que ficou conhecido como a Gangue do Palhaço, foram publicadas no "Notícias Populares" entre os dias 20 de maio e 5 de junho de 1995. E, nesses 15 dias, o caso teve grande repercussão, mesmo com o jornal sempre deixando bem claro em suas páginas que o assunto não passava de boato.


Tudo começou por causa de Aline, uma menina de 11 anos, da cidade de Carapicuíba (Grande São Paulo), que estava desaparecida desde o dia 31 de março daquele ano. A partir daí, o boato de que ela teria sido vítima da Gangue do Palhaço se espalhou pelo Estado. Moradores de Cidade Tiradentes, na zona leste da capital, do Capão Redondo, na zona sul, e do município de Osasco, por exemplo, já não deixavam mais seus filhos irem sozinhos à escola.
A polícia, entretanto, sempre afirmou que a gangue nunca havia existido, pois não fora registrado nenhum caso e/ou queixa comprovada sobre o assunto. 
Mesmo diante das negativas da polícia e de o "NP" publicar que tudo não passava de boato, algumas pessoas juravam ter visto os assassinos de crianças. A dona de casa N. E., moradora do Tucuruvi (zona norte), afirmou que o bando havia tentado raptar seus filhos no começo de 1995. "Um negro numa Kombi branca parou em frente de casa e pediu para levar meus filhos para a escola. Não topei, e ele falou que eu ia me arrepender." De acordo com ela, a perua era suspeita. "Não tinha placa, os vidros eram fumês e tinham cortinas", disse.
Infográfico do 'Notícias Populares', em 30 de maio de 1995, exibiu os locais em que havia relatos da Gangue do Palhaço
local por onde o boato passou

Por causa da boataria, palhaços profissionais começaram a perder seus empregos, como revelou reportagem do "NP" publicada em 23 de maio de 1995. Edmilson José da Silva, que trabalhava em Carapicuíba como o palhaço Vuku-Vuku, estava sem emprego havia um mês. "Só de olhar um pôster com meu retrato na rua, eu já vi criança morrendo de medo", dizia.
Vanderlei Costa, o palhaço Mamadeira, um dos sócios do sindicato dos palhaços, disse que a história iria "afastar as crianças dos palhaços".
Além do problema de desemprego, uma palhaça chegou a ser ameaçada de morte, conforme noticiava o "NP" de 30 de maio.
O medo de ataques da Gangue do Palhaço fez com que escolas de Carapicuíba começassem a colocar seguranças para proteger as crianças, como informou o "NP" em 25 de maio.
A partir do momento em que os boatos sobre a gangue se multiplicaram, a polícia não teve mais sossego. A delegacia de Carapicuíba recebia mais de 20 ligações por dia de pessoas apavoradas com o bando. "Ninguém aguenta mais", dizia o delegado da cidade, Brasílio Machado.
Em 5 de junho de 1995, o 'Notícias Populares', com a ajuda de Gil Gomes, encerra a história da Gangue do Palhaço

"O 'bando do palhaço' não existe" foi a manchete da última reportagem da série, publicada no dia 5 de junho. O "NP", a polícia e o repórter Gil Gomes investigaram o caso por dois meses e chegaram à mesma conclusão: tudo não passava de boato.
. Em São Paulo, mesmo com os constantes informes do 'NP' de que a gangue não existia, os relatos sobre a trupe do palhaço mostraram o quão perigoso um boato pode ser, a ponto de causar desemprego, despertar violência e colocar vidas de pessoas em risco.

fonte: http://www.paraiba.com.br/2013/09/18/18397-conheca-a-verdadeira-e-aterrorrizante-historia-do-trupe-do-palhaco-que-assustava-sp
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...